Quanto Custa?

Inglaterra Brasil

Intercâmbio e Cursos para Estudar e Trabalhar na Inglaterra

Perguntas Frequentes

Como faço para estudar na Inglaterra?

O processo todo para você estudar na Inglaterra é bem simples quando você é assessorado pela nossa equipe. Veja aqui um “passo-a-passo” do processo para estudar na Inglaterra.


Como economizar dinheiro na Inglaterra?

  • Quando fizer ligações, abuse do skype, Viber, whatsapp e outros programas que possibilitam ligações gratuitas. E aproveite que Londres oferece muitos locais com wifi grátis.
  • Escolha bem o lugar onde fazer comprar: Supermercados como o Tesco ou Asda são bem mais baratos que outros do ramo, como Sainsbury e Marks & Spencer. No Tesco, por exemplo, é dica é procurar produtos “Great Value”, marca do próprio supermercado.
  • Faça o NUS Extra Card. Se você tem 16 anos ou mais e estuda em uma instituição do UK afiliada do NUS, você pode comprar um NUS Extra card por £10. Com ele, você terá desconto para estudantes em muitas coisas, tipo livros, DVDs, roupas, alimentos, bebidas,  cinema e até restaurantes;

Quais são os esportes mais populares no Inglaterra?

A Inglaterra é o verdadeiro país do futebol, e Londres, a capital do esporte. Só na primeira divisão inglesa, a Premier League, são seis clubes da londrinos: Arsenal, Tottenham, Chelsea, West Ham, Fulham e Crystal Palace, além de outros 3 na segunda divisão.

Vale a pena garimpar bons ingressos, mas também vale usar a criatividade. Ingressos para jogos do Chelsea, por exemplo, são muito mais caros, além de raramente estarem disponíveis para a venda. Uma boa dica é ficar atento aos jogos das Copas da Inglaterra e da Copa da Liga Inglesa, cuja venda de ingressos começa poucos dias antes das partidas.  Os ingleses também são fervorosos torcedores de rugby e críquete.


Preciso de seguro saúde para visitar a Inglaterra?

Apesar de não ser obrigatório, é extremamente recomendado que aquisição de um seguro-saúde. Caso você precise de algum serviço médico na Inglaterra, mas não esteja coberto por nenhum tipo de seguro, terá que arcar com todas as despesas, o que será caro e -certamente- desagradável.

Fale conosco para obter um seguro saúde/viagem antes de embarcar.


Posso dirigir na Inglaterra? E como alugar um carro?

Na Inglaterra, a principal diferença é tão famosa “mão inglesa”. Lá, o volante fica no lado direito do carro e nas estradas os veículos também mudam de lado. Parece uma tarefa muito complicada, mas não é.

Na Inglaterra, a carteira de motorista brasileira é válida por até um ano a partir da data de chegada no país. Não é necessário tirar uma carteira internacional, embora seja recomendado.

Para alugar um carro em geral a idade mínima é de 25 anos e os preços variam bastante, de acordo com a estação do ano, o tipo do veículo e o período de locação. As maiores empresas oferecem ampla gama de escolhas, desde veículos menores mais econômicos aos mais luxuosos, bem como vans e trailers. Ar condicionado e rádio são itens comuns em qualquer modelo e lembre-se que a maioria das locadoras conta com veículos hidramáticos, os automóveis com câmbios manuais são raros e a maioria também oferece veículos com adaptação para deficientes físicos.


Como é o fuso horário na Inglaterra?

A Inglaterra tem apenas um fuso e ele está 3 horas à frente do horário brasileiro. Ou seja, enquanto no Brasil é 12h, na Inglaterra é 15h.

O horário de verão na Inglaterra vai do último domingo de março até o último domingo de outubro. Como em boa parte desse período o Brasil está em seu horário tradicional, durante a maior parte do ano a diferença entre Brasil-Inglaterra é de 4 horas. Em contrapartida, quando o horário de verão está sendo usado somente no Brasil, a diferença cai para apenas 2 horas.

Também é interessante notar que há uma diferença de 1 hora a mais entre Reino Unido, Irlanda e Portugal em relação ao resto da Europa Ocidental. Então, enquanto são 14h em Londres, serão 15h em Paris ou Berlim.


Vacinas necessárias para viajar à Inglaterra

Relaxe, nenhuma vacina é obrigatória para estudar na Inglaterra.

Para quem é precavido, porém, vale a dica. A vacinação do viajante contra doenças infecciosas serve para dois propósitos:

• Para proteger a pessoa que pode ficar exposta à infecção.
• Para proteger os Países do risco de importar a infecção.

Caso venha a se vacinar, lembre-se que se deve tomar a vacina dez dias antes de viajar e que as pessoas que foram imunizadas há mais de dez anos devem tomar uma dose de reforço da vacina, pois sua validade é de somente 10 anos; e também de levar a Carteira Internacional de Vacinação comprovando!


Qual é a moeda da Inglaterra? E como trocar?

A moeda na Inglaterra e no Reino Unido é a libra esterlina. Em inglês, é chamada de “British Pound”, “Pound Sterling” ou simplesmente “Pound”. Já os centavos são chamados de “penny” no singular, e “pence”, no plural, mas é comumente chamada de “p”. As cédulas da libra vem em notas de £5, £10, £20 e £50. Já as moedas valem 1p, 2p, 5p, 10p, 20p, 50p, além de £1 e £2. Se você quiser falar como um local, a gíria para dinheiro no inglês britânico é “quid”.
Na Inglaterra, a maioria das comprar é feita através de cartão de débito ao invés de crédito e raramente há a opção de parcelamento. Outro fato interessante é que nos ônibus são aceitas apenas moedas, então sempre mantenha algumas delas no bolso, por precaução.

Cartões de crédito –especialmente Visa e Mastercard – são bastante aceitos nos bares, restaurantes, cafés e lojas de Londres. Há uma grande quantidade de caixas eletrônicos (conhecidos como “cashpoints” ou “ATM”) por toda Londres e Inglaterra em geral. A maioria deles aceita cartões internacionais com as bandeiras Visa, Mastercard, Cirrus e Maestro. Mas é sempre uma boa ideia conferir com o seu banco, ainda no Brasil, a disponibilidade do cartão. Se você não tiver uma conta em um banco inglês, é bem provável que você tenha que pagar uma taxa extra cada vez que for sacar. Mais uma vez, contate o seu banco antes de viajar para evitar problemas.


Quais são as companhias aéreas domesticas na Inglaterra?

Diversas companhias de baixo custo fazem voos para o Reino Unido e outros lugares da Europa. As principais são a easyJet, Ryanair, Flybe e Virgin Atlantic. É possível achar passagens a preços menores que passagens de trem ou ônibus.

É possível encontrar voos de Londres para Paris ou Manchester, por exemplo, por £60 libras.
Ao todo, são 57 aeroportos em todo o Reino Unido.
Os principais aeroportos do Reino Unido estão localizados na capital Londres e em Manchester. Coincidentemente, são essas as duas cidades preferidas dos estudantes estrangeiros.

Londres conta com dois grandes aeroportos, destino principal de voos de longa duração: Heathrow, que fica a 45 km do centro de Londres e é o mais movimentado da Europa e o terceiro maior do mundo, tendo recebido, em 2012, mais de 80 milhões de passageiros, e Gatwick, segundo maior aeroporto da Inglaterra, localizado a apenas 30 minutos a Victoria Station, principal estação de trem de Londres.

A cidade ainda possui outros dois aeroportos: Stansted e Luton. Ambos de médio porte, são muito utilizados para destino e partida para voos domésticos e/ou dentro da Europa.


Como assim, eu não pago nada pelo serviço da agência?

Nosso serviço é gratuito para o estudante! Somos remunerados pelas instituições de ensino que representamos. Isso significa que você não paga absolutamente nada pelo nosso serviço. Este custo é coberto pela escola que você escolher e eles nos pagam pelo nosso serviço prestado a você. A única coisa que cobramos é a taxa administrativa.


Como vocês conseguem preços melhores que diretamente nas escolas?

Como enviamos um grande número de estudantes e, por isso, geramos um grande volume de negócios para as escolas, temos condições de oferecer melhores preços. Isso faz com que você, estudante, seja beneficiado, pagando muitas vezes mais barato do que comprando diretamente na escola, além de ter o suporte da Inglaterra Brasil gratuitamente.


O que é a taxa administrativa cobrada?

O valor da taxa administrativa cobre apenas custos operacionais, bancários, remessas internacionais e impostos que você teria igualmente caso fizesse tudo por conta própria. Na realidade, você teria gastos ainda superiores à taxa administrativa se optasse por realizar o processo diretamente com a escola, pois teria que arcar os custos de remessas internacionais, taxas de câmbio variadas, IOF, etc., sem contar o risco de enviar algum valor errado – por não contar com variações cambiais, impostos internacionais e taxa do banco internacional. E, se isso acontecer e o processo precisar ser refeito, os custos aumentarão consideravelmente. Por isso é tão importante – e aconselhável – que todo o processo seja feito com auxilio de uma agência, pois estamos acostumados a toda essa burocracia e sabemos a maneira certa de fazer isso com o menor custo possível.


Por que as escolas pagam as agências? (e não o estudante/cliente?)

Porque a escolas são…escolas! Para eles, não é interessante realizar processos burocráticos como matrículas, passagens aéreas, fazer vistos, seguros etc., pois eles não tem nem condições (eles teriam que uma equipe para cada um dos países dos intercambistas que estudam lá, do Brasil ao Camboja, do Chile à Itália.) e nem conhecimento. Portanto, as escolas preferem remunerar a nossa agência para que nos façamos este trabalho para eles. Isso é o que permite que você tenha acesso a um atendimento gratuito, especializado e em português, além de solucionar todas suas duvidas antes de embarcar. Além, é claro, de ter o suporte para todos os tramites burocráticos que as escolas não tem condições de oferecer.


Posso fazer intercâmbio sem a ajuda de uma agência?

Sim, é possível. Entretanto, pagando seu curso diretamente com a escola, você paga o mesmo que a Inglaterra Brasil oferece. Além disso, todas as  questões relativas à viagem como passagens aéreas, solicitação de visto, seguros, documentação e traduções, etc., teriam que ser feitas por conta própria. Você pode pensar que isso lhe economizaria uma pequena quantia. Na prática, porém, isso não acontece. Além de ser desgastante, pode ser um risco, já que em várias questões (como preenchimento do formulário de visto, organização da documentação, obtenção de seguros, e oferta de passagens) a experiência é fundamental para que tudo ocorra perfeitamente.


Restituição de Impostos para quem trabalhou na Inglaterra

Você trabalhou no exterior? Está na hora de receber suas taxas de volta!

A Taxback.com oferece serviços de reembolsos de taxas para estudantes estrangeiros trabalhando ou que trabalharam na Inglaterra ou outros países do Reino Unidos. Se você trabalhou na Inglaterra, por lei -e como uma das obrigações do seu visto-, você deve aplicar para restituição do seu imposto.

Desenvolvemos diversas ferramentas e serviços inovadores, a fim de que seu reembolso seja feito da forma mais simples e tranquila possível, incluindo:

Estimativa Online GRATUITA: Use nossa calculadora fiscal GRATUITA para saber na hora o valor estimado de seu reembolso na Inglaterra. Clique aqui para realizar o calculo!

Máximo Reembolso Legal: Todas as solicitações de reembolso que organizamos são feitas de acordo com as leis fiscais de cada país. Temos agentes fiscais que aprovam e despacham todos os processos que organizamos, garantindo o cumprimento de todas as exigências legais. Nossos especialistas também checam quaisquer benefícios a que você possa ter direito, dando a certeza de que você receberá o máximo valor de reembolso legal possível.

Serviço de Obtenção de Documentos: Sabemos que é fácil perder alguns documentos, ou até mesmo não recebê-los, por esse motivo temos uma equipe de obtenção de documentos que poderá ajudá-lo a obter documentos para reposição.

Sem barreiras de comunicação: Você pode acessar nosso web site em Português.

Dinheiro enviado para qualquer lugar do mundo: Você pode receber seu reembolso em Reais depositado diretamente na sua conta do Brasil.

Para aplicar para o reembolso das taxas com a Taxback.com é muito fácil.

Na Internet – Preencha o formulário em português.


Quais as companhia aéreas que voam entre Brasil e Inglaterra?

Todas as principais companhias aéreas fazem voos para Londres. Tap, Delta, KLM, Alitália, AirFrance, além, é claro, da brasileira TAM e da inglesa British Airways.

Uma viagem de São Paulo para Londres dura, em média, 11h e 05 minutos, enquanto que saindo do Rio de Janeiro, a duração é um pouquinho maior: 11h e 10 minutos.

Apesar de companhias inglesas como a British Airways fazerem voos diretos, em geral, os com escala em alguma outra cidade europeia são mais baratos. Ou seja, Voando de TAP, há uma escala em Lisboa, enquanto voando pela Turkish Airways, a escala é em Istambul ou viajando pela KLM, a escala é feita em Amsterdam.


Como faço para remarcar a data do meu retorno ao Brasil?

Simples, você apenas precisa acessar nosso formulário de alteração de data de retorno que cuidamos do resto.


Dicas sobre bagagens

Para as viagens cujo primeiro voo parte do Brasil, você pode transportar gratuitamente 2 peças de bagagem, cada uma com o peso máximo de 32 kg, respeitando o tamanho TOTAL de 158cm (somando as 3 dimensões: Comprimento, largura e altura). Além disso, é permitido levar uma bagagem de mão de, no máximo, 10kg.
Porém, se a viagem inicia-se fora do Brasil, aplica-se a franquia padrão, que é uma peça de 23kg.

  • Confirme a reserva de sua passagem por telefone com a companhia aérea com uma antecedência mínima de 72 horas;
  • Compareça ao balcão de embarque (check-in) com uma antecedência mínima de 3 horas;
  • Fique atento às mudanças de horário local. Os locais no Brasil que saem os vôos para a Inglaterra têm fusos diferentes do de Londres. Preste atenção também nas mudanças de horário de verão;
  • Certifique-se de que esteja com todos seus documentos necessários ao embarque (passaporte, visto, passagem, carta da escola e etc);
  • Verifique sempre a validade de seus documentos de viagem (passaportes e vistos);
  • Certifique-se de que suas bagagens estejam dentro das normas da companhia aérea;
  • Após o check-in verifique se o atendente devolveu todos os seus documentos;
  • Fique atento ao horário do voo e chegue ao portão de embarque com pelo menos 1 hora de antecedência;
  • Em caso de perda de sua passagem, entre em contato imediatamente com funcionários da companhia;
  • Lembre-se que é proibido fumar dentro e qualquer aeronave e também nos aeroportos.

Dicas de embalagem da mala

  • Não utilize correntes e/ou cordas elásticas em volta da bagagem.
  • Caso os passageiro tenha utilizado a mala anteriormente em outras viagens, verifique se não há outras etiquetas de vôos anteriores.
  • Utilize uma etiqueta de identificação dentro e fora da bagagem contendo seu nome completo e endereço de destino e de sua residência do país de origem.
  • Caso o passageiro esteja transportando medicamentos ou objetos de valores (câmeras, equipamentos eletrônicos) mantenha estes dentro de sua bagagem de mão
  • Alguns itens que não poderão embarcar: lanternas, fósforos, materiais inflamáveis, corrosivos ou radioativos e substâncias contagiosas.

Observação: 
Nenhum equipamento pesando mais de 45 quilos será aceito como bagagem. Excedendo esse peso, o equipamento será considerado carga.


Contato da Embaixada e Consulados Brasileiros na Inglaterra

Contato da Embaixada e Consulado Brasileiro na Inglaterra

Embaixada do Brasil – Inglaterra
Endereço:14-16 Cockspur Street, London SW1Y 5BL – Westminster
Telefone: 020 77474500
E-mail: [email protected]
Consulado-Geral do Brasil em Londres

3 Vere Street
Londres W1G 0DG
Tel: +44(20) 7659 1550 (apenas gravação eletrônica)
Fax: +44(20) 7659 1554
Mais informações em http://cglondres.itamaraty.gov.br/pt-br/


Qual voltagem e tipo de tomada na Inglaterra?

O plugue padrão dos aparelhos elétricos no Reino Unido tem três pinos chatos.
Como a voltagem da Inglaterra é de 240V, aparelhos BIVOLT funcionam normalmente. A única preocupação é comprar um adaptador, que, na Inglaterra, pode ser encontrado por £1.

Curiosidade: Por razões de segurança, não existem tomadas nem interruptores dentro dos banheiros ingleses.


Como telefonar da Inglaterra para o Brasil?

As duas principais (e melhores) maneiras de ligar para o Brasil são pelo skype ou comprando um chip de celular. Como a conversa via skype é necessário basicamente ter uma conexão de internet e um aplicativo do Skype (ou um laptop), vamos focar no celular:

No momento, a T Mobile parece ser a melhor recomendação para turistas em Londres, pois tem preço baixo e bom serviço. No site, eles anunciam, por 15 libras, plano de internet + 70 minutos para ligações internacionais. Há outras opções interessantes.
Para comprar, basta chegar a uma das lojas da T Mobile, espalhadas por toda a Londres, e pedir por um SIM Card. Você pode escolher se quer uma promoção de internet ou de minutos locais ou de ligações internacionais. De qualquer forma, com 10 a 15 libras você estará bem servido.
(fonte: http://mapadelondres.org)


Quais são os feriados na Inglaterra?

Na Inglaterra existem oito feriados nacionais. Todos os feriados acontecem às segundas-feiras, à exceção da Sexta-feira Santa , do Natal, Boxing Day e 1º de janeiro). Mas quando estes feriados acontecem em um sábado ou domingo, ele é automaticamente transferido para a segunda-feira seguinte.

A lista de feriados para 2014 é a seguinte:
Há também os feriados especiais, proclamados pela Rainha da Inglaterra. Os dois últimos casos aconteceram no casamento do Principe, em 2011, e nos 60 de coroação da Rainha Elisabeth em 2012.

As férias escolares na Inglaterra funcionam assim:
O ano letivo na Inglaterra começa em setembro e termina em maio (por causa do verão, que vai de junho a agosto) Então, os feriados das escolas e universidades inglesas funcionam de maneira um pouco diferente da nossa.

Easter Holiday: Começa uma semana antes e termina uma semana depois da Páscoa;
Summer Holiday: Vai da terceira semana de julho até a primeira semana de setembro, data de início das aulas.
Christmas Holiday: Da última semana antes do Natal, em dezembro até a primeira semana de janeiro.
Half-Term: Folga de 1 semana entre os bimestres. Normalmente acontecem em três momentos: no final de fevereiro, final de maio e final de outubro.


O que é Jet Lag?

O jet lag é a perda de ritmo e concentração ao se passar por fusos horário diferentes em pouco tempo. Seu sintomas consistem em irritabilidade, dor de cabeça, cansaço e alteração dos padrões de sono e fome. Esse tipo de alteração ocorre devido às mudanças de hábitos (hora de comer e de dormir, por exemplo). Os efeitos do jet lag são mais evidentes quando a diferença de horário entre o ponto de saída e o destino é superior a quatro horas. São necessários, em média, um dia de descanso para cada hora de diferença.


Como é o clima na Inglaterra?

O clima da Inglaterra é razoavelmente imprevisível, mas nunca tão extremo a ponto de prejudicar a visita a qualquer das muitas atrações que as cidades oferecem.

Ao contrário da lenda popular, a média de chuvas em Londres não é muito alta. Em Sydney, na Austrália, por exemplo, chove, na média, muito mais que na capital londrina. O que acontece é que em Londres há muito mais dias cinza com aquela tradicional garoa. Ou seja, o volume de chuva é menor que Sydney, embora em Londres os “dias chuvosos” ocorrem com muito mais frequência.

O fato é esse: Se você estiver em Londres, por exemplo, você não saberá muito bem o que pode acontecer. As condições climáticas são tão instáveis que é difícil de prever.

No verão (de junho a agosto) o clima é basicamente ameno, com temperaturas médias na casa de 21ºC. Ocasionalmente os termômetros podem passar a barreira de 30ºC, mas não é um fato muito comum. Já no inverno, raramente faz mais do que 6ºC em Londres. Por outro lado, apesar de possível, é a neve não é uma constante no inverno inglês.


Como levar dinheiro para a Inglaterra?

Solicite gratuitamente seu VISA TRAVEL MONEY em uma de nossas agencias:

O VTM é um cartão pré-pago internacional, recarregável, que pode ser utilizado para saques (rede Plus) e compras (rede Visa) em mais de 200 países.

Ao adquirir um Rendimento Visa TravelMoney, você terá as seguintes vantagens:

  • Aceito em mais de 30 milhões de estabelecimentos credenciados à rede Visa (restaurantes, hotéis, farmácias etc.) e 1,8 milhões de caixas eletrônicos filiados à rede Plus distribuídos por mais de 200 países;
  • O cartão é carregado em dólar americano, euro ou libra esterlina e as compras e saques são realizados na moeda local do país em que estiver;
  • Vantagem exclusiva: economia de 6% de IOF em relação ao cartão de crédito;
  • Sem risco de variação cambial contra a alta da moeda carregada no cartão;
  • Podem ser recarregados quantas vezes quiser, mesmo à distância;*
  • Disponibilidade de cartões adicionais para acessar o mesmo saldo*;

Clique aqui para solicitar o seu Visa Travel Money


Dinheiro, cartões de credito, Traveler checks?

A moeda na Inglaterra e no Reino Unido é a libra esterlina. Em inglês, é chamada de “British Pound”, “Pound Sterling” ou simplesmente “Pound”.

Além do dinheiro em espécie, há outras formas (até mais práticas), de se levá-lo.

  • Cartões de Crédito: Seguros e aceitos em todos os lugares, o cartão de crédito é a maneira mas comum e prática de transação comercial no exterior, especialmente se você vai ficar curtos períodos de tempo. Com o cartão de crédito também é possível sacar dinheiro nos caixas eletrônicos (consulte seu banco). São imprescindíveis para quem vai fazer uma viagem internacional, pois não deixa de ser uma forma de se ter mais segurança, principalmente em relação aqueles gastos que não foram previstos no roteiro inicial.
  • Traveller-Checks – Tem seguro e possuem a vantagem de todos serem numerados. Podem ser adquiridos em bancos.
  • Visa Travel Money –  O Visa Travel Money (VTM) é, basicamente, um cartão de débito  pré-pago. Ou seja: Você carrega este cartão com a quantia desejada e utiliza livremente o cartão, como se fosse de débito como qualquer outro. Uma das grandes vantagens é que no VTM o câmbio é fixo, então você evita variações cambiais. Hoje em dia a principal forma utilizada por viajantes do mundo todo e é a forma mais segura de levar dinheiro para o exterior. Fale conosco para obter o seu VTM.